Indefinição de novo Governo faz dólar aumentar
Entenda a oscilação da economia brasileira as vésperas da eleição presidencial
 
O Brasil não teria como escapar da alta do dólar em 2018, uma vez que todos os emergentes viram sua moeda se desvalorizar ante a divisa americana com as turbulências do cenário externo. Porém, a latente incerteza quanto ao veredicto das urnas em outubro sobre o novo Governo é a grande responsável por fazer o dólar disparar a perder de vista por aqui.

Segundo cálculos da “Tendências Consultoria Integrada” feitos a pedido do Estado, dos R$ 0,79 que a moeda americana subiu ante o real do começo do ano até a última sexta (24) - de R$ 3,31 a R$ 4,10 - 77,8% (R$ 0,62) são resultado da piora de percepção no cenário doméstico, decorrente sobretudo da indefinição sobre o próximo governo e, consequentemente, sobre a política econômica que será adotada a partir do ano que vem.

Isso significa que, não fosse a incerteza eleitoral que ronda o País este ano, o dólar teria tido apenas um quarto da variação observada no ano, e estaria na casa de R$ 3,50.

Percepção de risco praticamente dobrou

A piora de percepção de risco é medida por meio do Credit Default Swap (CDS), que é uma espécie de seguro contra calote e funciona como um dos principais medidores de risco entre as economias. Quanto mais alto é o CDS de um país, mais receio os investidores têm de investir ali.

No início do ano, o CDS do Brasil estava na casa de 160 pontos. Já nesta quinta-feira, 30, beirava os 300 pontos - uma alta de 140 pontos, inferior somente à Argentina, que viu sua pontuação crescer mais de 450 pontos no período. Em uma severa crise econômica, o banco central do país elevou a taxa de juros de 45% para 60% ao ano.

Fonte - Estadão

FALE CONOSCO E FIQUE BEM INFORMADO - Acesse nossas redes sociais e interaja
conosco pelo Facebook, Flickr e Instagram. Conheça nosso canal oficial no YouTube. Fale
com o Sindicato pelo telefone 4616.5746 ou pelo nosso e-mail contato@sintraspcotia.com.br
 
Incerteza de novo Governo é principal motivo da oscilação demasiada na economia brasileira e faz o dólar disparar acima do previsto


 
 
 
 

Colônia de Férias
Atendimento médico
Tratamento odontológico
Espaço da beleza